Home » » QUIJINGUE: Estudante Marcelo Lima, morador da CAQTUS, rebate a nota da Prefeitura

QUIJINGUE: Estudante Marcelo Lima, morador da CAQTUS, rebate a nota da Prefeitura

Depois que os estudantes da CAQTUS publicam uma Carta Aberta denunciando as situações constrangedoras vividas na casa, a prefeitura de Quijingue cuidou logo de publicar uma Nota de Esclarecimento com o intuito de abrandar as declarações.

No entanto, o estudante Marcelo Lima, morador da casa, contestou as justificativas apresentadas pela prefeitura.

Veja:

Nota da Prefeitura: A nota trata do corte de energia. É verdadeiro, o fato ocorreu no último dia 28.04.14 e corrigido logo no dia seguinte 29.04.14 com o ligamento. Ao manter contato com a empresa de fornecimento de energia, Coelba, foi informado que o corte se deu, principalmente, por haver contas em aberto referente ao ano de 2013, ou seja, anterior ao aluguel da Casa por parte da prefeitura.

Marcelo Lima: Como de praxe, sempre arrumam desculpas e acabam nos jogando toda responsabilidade. Primeiro: um dia e uma noite sem energia parece não ser um problema tão grande, porém para nós estudantes é! no meu caso cheguei com atividades avaliativas para serem elaboradas, infelizmente não deu!!

Nota da Prefeitura: É bem verdade que em alguns meses já houve atrasos de 01 ou 02 dias em função do fornecedor ou da disponibilidade de transporte.

Marcelo Lima: Em relação a alimentação,não foram apenas 1 ou 2 dias de atraso, foram semanas.

Nota da Prefeitura: Esclareceu ainda que a dúvida com relação à qualidade de alguns itens por parte dos estudantes seria observado e corrigido junto ao fornecedor. Talvez o que esteja gerando inquietação por parte de alguns estudantes no quesito alimentação é que na lista enviada há itens que não condiz com que é mencionado no Projeto, tais como: azeite de oliva, micro-ondas, aromatizante de ambiente, dentre outros. Entendemos que estes itens não fazem parte da “alimentação básica” e que a ausência destes não acarreta maiores prejuízos no funcionamento da casa.

Marcelo Lima: Esses 3 itens citados na nota foram os únicos, que segundo o secretario, seriam de "Luxo", e que foram pedidos se não me falhe a memória nos últimos dois ofícios. O que reclamamos de fato foi, o envio de alimentos vencidos, de péssima qualidade (acarretando em problemas de saúde), muitas vezes pela falta ou quantidade insuficiente de alguns itens, como arroz, açúcar, carne, dentre outros.

Nota da Prefeitura: Com relação a água, outro ponto mencionado na nota, informamos que não há nenhum corte de água, o fornecimento ocorre normalmente.

Marcelo Lima: A falta de água ocorreu sim, na antiga casa, temos Dona Nalva como testemunha!

Nota da Prefeitura: Quando o estudante diz que “corre o risco de perder a ‘nossa’ moradia” o mesmo deve está se referindo ao contato que o dono da casa fez com os estudantes informando sobre o não pagamento do aluguel da casa. Assim, que a Secretaria tomou conhecimento do atraso manteve contato com o proprietário que terá sua situação resolvida ainda na data de hoje, dia 06.05.2014.

Marcelo Lima: O proprietário da casa nos ligou comunicando o atraso de dois meses de aluguel, e que se não fosse quitado até quarta, não poderíamos continuar residindo. como poderíamos ficar se não amedrontados?

Marcelo conclui: Bom! Não queremos nada demais, acredito eu, apenas que seja cumprida a lei, e que os representantes não se façam de desentendidos, pois desde os primeiros problemas, sempre lhe eram passado. A posição sempre foi a mesma, reuniões com os integrantes da CAQTUS e os mesmos discursos!!! Resolução Nada!!

Desculpa se estou incomodando, esse é apenas meu trabalho de Cidadão! a nota da prefeitura e ao contestação do estudante:

Pesquise no Folha da Vila


Receba atualizações por e-mail

Curta nossa página no Facebook

 
Support : Your Link | Your Link | Your Link
Copyright © 2013. Folha da Vila - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger