Home » , , » Análise da situação política e administrativa de Quijingue: Um texto do Advogado e conterrâneo Felisberto Filho, o Betinho

Análise da situação política e administrativa de Quijingue: Um texto do Advogado e conterrâneo Felisberto Filho, o Betinho

No texto a seguir, "Lobos(s) em pele de Cordeiro", Betinho tece várias críticas a cerca da gestão e do prefeito Almirinho que acabara de completar 09 meses frente a administração do município de Quijingue. As ações tomadas logo no início do governo pelo prefeito são consideradas duras, impopulares e que só podem partir de uma pessoa que não tem o mínimo de discernimento das coisas. Nota que há muita diferença do candidato e do prefeito Almirinho que, ao tomar posse, delegou ao seu tutor poderes absoluto para “articular e fazer” a captação de dinheiro com empresas sem idoneidade para licitar. Seria a hora do prefeito vir a público, pedir desculpas e renunciar por incapacidade de administrar a cidade. “almirinho” teria se vingado do próprio destino e com aqueles que o ajudaram a se eleger, fazendo alianças com vereadores que se diziam de oposição, pagando vultosas quantias em dinheiro e com cargos para escapar de uma suposta cassação por se ausentar do município. Porém, a pele de cordeiro está perdendo a cor e mostrando ter uma personalidade obscura e de mentiroso, que fingiu ser quem não é; isso se reflete em 80% de rejeição da população local. Sem perder o otimismo, Betinho compara a administração de Almirinho ao naufrágio do navio de cruzeiro Costa Concordia que abalroou nas rochas, onde foi dada a ordem de abandonar o navio; sugere ainda que as pessoas e os políticos de índole boa a mandar o menino maluquinho tomar juízo.

Leia na íntegra o texto de Betinho:

LOBO(S) EM PELE DE CORDEIRO

Por Felisberto Filho (Betinho)

Concluído 09 meses de governo do gestor Almiro Costa Abreu “Almirinho” onde a sociedade visualizava uma dinâmica da administração relacionada à reorganização administrativo-financeira. Que supostamente deveria se refletir na melhoria da qualidade dos serviços públicos e na retomada da capacidade de investimento do município em obras de infraestrutura e soluções na área de educação, transporte etc..

Entretanto, o desafio de transformar a cidade paira fortemente no ar. E não é para menos, ele criou um vinculo de irresponsabilidade com os moradores, Em função disso ele vem adotando ações consideradas duras, impopulares, atitudes essas que só são tomadas por gestores que não tem o mínimo de discernimento do que faz ou que deixa de fazer.

Quanta diferença entre o candidato e o prefeito! Em 2012,quando estava em campanha para a prefeitura -, almirinho dizia que não existia política pública na administração do Dr. Joaquim. Aparentemente, agora que o governo é seu, a atitude deixou de ser falsa. Alguns vereadores que se diziam que Dr. Joaquim descumpria a Lei 8666/93 de licitações e contratos administrativos etc.,ficam inertes, – o cidadão não sabe o que fazer...., o certo é que o prefeito deveria, agora, na hora da crise, vir a público e assegurar a sociedade que não é capaz de administrar a cidade, pedir desculpas e RENÚNCIAR o mandato, antes que afunde mais um metro na lama da sua incompetência.

Não estou dando uma carta de alforria ao gestor do município da administração passada, a ausência do poder público nos anos anteriores gerou também certo descompromisso com a cidade. O que eu me refiro é que o gestor atual está usando os mesmos expedientes que o gestor anterior usava, com um agravante, delegou poderes ao seu tutor para uma verdadeira fará do dinheiro público.

Ademais, não adianta tapar o sol com a peneira nem culpar secretário A ou secretário B pela má administração. A responsabilidade é do prefeito, e a missão é intransferível, faço essa advertência porque a relação de mútua destruição entre o prefeito e seu tutor Osvaldo Brito Moreira que parece ter saído das trevas, durante os dias que se seguiu a campanha eleitoral, o prefeito delegou ao seu tutor poderes absoluto para “articular e fazer” a captação de dinheiro com empresas sem idoneidade para licitar, que certamente será sua ruína política.

Mais, se os eleitores de Quijingue mudaram o destino do gestor “almirinho” elegendo-o para prefeito, ele se vingou do destino e da população sendo cruel com aqueles que o ajudaram a se eleger – e não foram poucas. O primeiro ato como prefeito que “Almirinho” tomou ao assumir o cargo foi bem menos grandioso, mas revelador de seu caráter. Foi trazer para seu leito de morte o vereador ou os vereadores que se diziam de oposição, com pagamentos de vultosas quantias em dinheiro, sem falar dos cargos na administração pública.

Entendo que, o prefeito precisa da maioria do edis para governar, seja para aprovar suas Leis ou até mesmo para escapar de uma suposta cassação por se ausentar do município por mais de 15 dias, como determina o art.50 da Lei orgânica, que diz: “O prefeito e o vice-prefeito, quando no exercício do cargo, não poderão, sem licença da Câmara Municipal, ausentar-se do Município, por período superior a 15 (quinze) dias, sob pena da perda do cargo ou de Mandato”,por essa ausência da cidade esta sendo saudado com o refrão de “ cabelo de freira”. Um apelido sugestivo sugerido pelo o Sr. Edimael, que é um atestado definitivo de sua ausência no município e na cidade.

Certo é que a ilusão tomou conta de toda ou quase toda sociedade, a sua pele de cordeiro esta perdendo a cor, esvanecendo-se, mostrando que por traz daquela personalidade havia outra obscura, mentindo e, fingindo ser quem não era.

A ausência do poder público nesses últimos meses tem gerado certa angustia a população, a autoestima da população não será restabelecida facilmente.

A rigorosidade e irresponsabilidade do gestor, já chegou ao conhecimento do governador Jacques Vagner, por intermédio da Casa civil, que preocupada com a impopularidade do gestor que ultrapassa aos 80% de rejeição, tenta a todo custo não contaminar a candidatura do secretário Rui Costa à governador.

A rigorosidade também tem sido aplicada com o responsável direto pela guinada do partido dos trabalhadores (PT) no município, o Sr. Jorge Rabelo que esbraveja “estão deslumbrado com o poder”.

Da mesma forma, tem tratado os prestadores de serviço público que sem uma regra clara para receber seus créditos financeiros com o município, causando, assim, a falta de credibilidade entre seus mais diversos públicos, o que, inevitavelmente, gera um processo de baixa autoestima da população, uma insegurança jurídica.

Sabemos todos nós que o gestor não é um modelo de workaholic (viciado em trabalho) e sim, em desfilar com seu carro de som às alturas, alegando, que está dando resposta imediata para os problemas do dia a dia daquela comunidade e, que bebendo e fazendo “show” quando deveria estar despachando no gabinete, vai impactar na vida das pessoas e acalentar o sofrimento delas.

No mais a mais, sem perder o otimismo, assemelho esta administração ao naufrágio do navio de cruzeiro Costa Concordia, que navegando junto à costa da região da toscana, a embarcação abalroou nas rochas, onde foi dada a ordem de abandonar o navio. Então sugiro as pessoas e os políticos de índole boa, de vida ilibada,escoreita, que bata na mesa e mande esse menino maluquinho tomar juízo.


Felisberto Filho,”Betinho” é advogado, pós-graduado na área de Gestão, Controladoria e Auditória de Contas Públicas Municipais e, Mestrado em Ciências Criminais.

11 comentários:

  1. Nunca senti meus sentimentos e pensamentos tão bem representados como com este texto!! Td q eu queria dizer! Parabéns"!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Betinho. Excelente texto. Você falou o que a população de Quijingue gostaria de gritar aos quatro cantos do município.

    Me emocionei

    ResponderExcluir
  3. parabéns betinho diga mesmo,ele é menino mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Ate que enfim alguém teve a coragem de desenhar a cara da gestão desse irresponsável,e meia duzia de puxa sacos que tiveram a coragem de sair nas ruas comemorando ou seja anunciando em alto e bom som a catastrofe qu se encontra a nossa querida Quijingue,pois quem vai as ruas daqui alguns dias é a população para gritar xou prefeitinho!!!!!!.

    ResponderExcluir
  5. COMUNICADO AOS LEITORES

    Primeiramente, queremos agradecer a todos que nos ajudam a fazer o blogue, seja com leitura, comentários ou com textos para publicação. Reafirmamos que o Blogue Folha da Vila é um espaço de livre fluxo de ideias, um diário público, onde poderemos divulgar notícias de Algodões, Quijingue e da região, publicar fotos e vídeos; fazer análises políticas local, regional e nacional, falar de economia e de fatos/acontecimentos ocorridos ao nosso entorno, que de uma forma ou de outra, influenciam na vida da população local, de forma clara e transparente, ajudando na formação das próprias opiniões de nossos leitores.

    Segundo: informamos que, nas matérias com textos com autoria identificada, os comentários ou questionamentos feitos na postagem e que por ventura demandem uma justificativa ou mesmo uma revisão das ideias/posicionamentos do autor, só serão autorizadas a publicação se forem identificadas. Essa é uma forma que o blog utiliza para evitar que as pessoas, que se dispõe a escrever no blogue, sejam achincalhadas por anônimos, o que consideramos desrespeitoso para quem se dispôs a colaborar com este espaço. Consideramos ainda que desta forma, os autores poderão replicar os comentários ciente dos agentes.

    Obrigado pela compreensão de todos

    ResponderExcluir
  6. gente esqueçam a politica , vamos trabalhar, torcer pelo desenvolvimento da nossa cidade, todos tem direito, vamos açeitar a mudança, pois é normal.

    ResponderExcluir
  7. concordo com o anonimo acima, quando diz que devemos torcer pelo desenvolvimento, mas aceitar a mudança que o prefeito estar promovendo, olha as fotografias das ruas a bosta humana correndo a ceu aberto,podendo causar doenças graves, nossa saúde, sem o menor respeito, ambulancia caindo os pedaços nas estradas como ocorreu a semana passada, os postos de saude sem profissionais e os que tem falta transporte para levar os mesmos, quando leva 11:00hs fecha por que nao tem comida para os profissionais, e você vai aceitar essa mudança? uma mudança que deixa as crianças sem aulas por falta de transporte, uma mudança que traz pessoas de fora ganhando salarios altissímos enquanto tantos quijinguenses são demitidos ou recebem trezentos reais de tres em tres meses outros nao tem oportunidade de trabalhar na sua terra precisando deixar suas familias muitas vezes passando nacessidades, realmente aceitar essa mudança, é um crime com as pessoas de bem deste municipio é lamentavel que pessoas que estao neste governo continuem defendendo e aprovando essa mudança do jeito que estar sendo conduzida. eu tambem lutei por mudanças mas não esta que estar acontecendo.

    ResponderExcluir
  8. Eu também esperei mudanças, embora fiz campanha para o mesmo. Mas como disse o Anônimo acima votei para ver o desenvolvimento de QUIJINGUE, coisa que não estar acontecendo. Como falou o advogado Felisberto esta administração estar igual ao naufrágio do navio de cruzeiro Costa Concórdia, que navegando junto à costa da região da toscana, a embarcação abalroou nas rochas, onde foi dada a ordem de abandonar o navio. Então meus amigos vamos juntos ir à Câmara de vereadores e cobrar dos mesmo, pois fomos nós que os colocamos lá, vamos revindicar nosso voto.Estar na hora de nos unirmos e mostrar a estes políticos corruptos que o eleitor é quem manda.

    ResponderExcluir
  9. Tanta gente covarde que não assinam um simples comentário ao concordar com o texto publicado. Passou o tempo do anonimato, se querem criticar, denunciar ou mesmo discordar do que ocorre, do que se apresenta, no mínimo tenham a coragem de assinar seus próprios comentários.

    ResponderExcluir

REGRAS PARA COMENTÁRIOS: (Leia, é importante)

Obs.: A opinião emitida nos comentários é de quem comenta, e não tem necessariamente a ver com o autor da postagem ou do editor do blog. A responsabilidade pelo comentário é de quem comenta.

Os comentários são muito bem vindos e importantes para o Folha da Vila, pois enriquecem o conteúdo das postagens. Há, no entanto, pequenas regras que devem ser seguidas para que seu comentário não seja bloqueado ou apagado. Reservo-me o direito de apagar qualquer comentário que desrespeite as regras abaixo:

1- O comentário deve estar relacionado ao assunto tratado na postagem.
2- Este não é um espaço para você divulgar seu Blog, Twitter, Facebook ou qualquer outro link pessoal.
3- Comentários com links que direcionarão para outras páginas serão removidos.
4- Nunca deixe comentários ofensivos, discriminações racistas, vulgaridades, palavrões ou qualquer tipo de desrespeito a outros visitantes ou à equipe do blog.
5- Não deixe Email nos comentários, dúvidas sobre as postagens serão respondidas no próprio blog.
6- Elogios, críticas, informações complementares e sua opinião sobre o tema são bem vindas.
7- Outras dúvidas, perguntas, sugestões e outros use o formulário de Contato.

Agradecemos pela compreensão.

Pesquise no Folha da Vila


Receba atualizações por e-mail

Curta nossa página no Facebook

 
Support : Your Link | Your Link | Your Link
Copyright © 2013. Folha da Vila - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger