Home » , » Acende as discussões a cerca da atuação dos sindicatos junto ao novo governo de Quijingue

Acende as discussões a cerca da atuação dos sindicatos junto ao novo governo de Quijingue


Essa semana (21 a 25/05), após as definições dos percentuais de reajuste salarial dos servidores da Prefeitura Municipal de Quijingue, acenderam-se as discussões a cerca do comportamento dos sindicatos dos servidores públicos junto ao governo que se iniciou em 1º de janeiro de 2013.

A defesa de alguns pela renovação das diretorias dos sindicatos se alimenta de justificativas como a de que os atuais dirigentes fizeram campanha política para o atual governo e que agora não defenderão mais a classe como faziam antes quando eram opositores ao governo municipal.

O descontentamento de alguns servidores públicos com as atuais diretorias dos sindicatos de Quijingue (APLB e SISPUQ) aumentou depois que o governo em acordo com essas entidades, fixou o percentual de reajuste que ficou entre 5 e 6%; considerado por muitos como irrisório diante da inflação, do reajuste do Piso do Magistério fixado pelo MEC e dos índices do ano passado, atribuindo aos sindicalistas passividade nas negociações.

Outro ponto que também gerou descontentamento por parte de alguns servidores, diz respeito à ausência destes dirigentes no dia da sessão da câmara que votou o reajuste salarial, que inclusive, o site Quijingueacontece divulgou a informação de que momentos antes da votação, por conta da ausência dos dirigentes, alguns filiados tomaram a iniciativa de convencer os vereadores a aumentar em 1% agora, e mais 1,5% a partir de outubro; obtendo a aceitação de todos os vereadores.

Ainda sobre essa discussão, destacamos abaixo alguns comentários de nossos leitores:
(Os comentários foram publicamos sem alteração/correção)


É brincadeira ele ainda vai ter a cara de pau de fazer uma assembleia e falar desse aumnento. ele tem de quiser que queria e aceitou 5%. aja oleo de peroba

>>>>>>>>>>>>>>>>>> 

Com certeza Jotta merece ser o presidente da SINSPUQ pois ele tem toda uma capacidade para isso ao comtrario dos demais comcorrentes .

>>>>>>>>>>>>>>>>>> 

Sem dúvida alguma, o SINSPUQ necessita urgentemente de uma nova eleição para diretoria, mas, daí, permitir que funcionários públicos que participaram de forma direta de uma administração fracassada, como a da Era Joaquim, ocupem funções tão importantes na representação da classe trabalhadora, seria um retrocesso sem precedentes. No quadro de funcionários da prefeitura de Quijingue, existem funcionários, inquestionavelmente, capazes, honestos, apartidários e, tomara, interessados em assumir as responsabilidades exigidas pelo sindicato. É uma questão de observarem, solicitarem e apoiarem suas candidaturas.

RETROCESSO nunca mais!!!

M.T

>>>>>>>>>>>>>>>>>> 

Carissimo anônimo, vc em sua manifestação mostra-se realmente alienado, visto q não tivemos uma gestão fracassada, tivemos uma gestão dificil por sermos oposição ao governo do Estado e quem mais sofreu com isso foram os quijinguenses. No que tange a questão de retrocesso, essa fase é a que estamos vivendo agora na gestão desastrosa do Prefeito Almirinho, falo de retrocesso com exemplos claros: RETROCESSO 1: o aumento dos servidores que na gestão passada para professores foi 20,22% e hj foi dado míseros 5% ; RETROCESSO 2: O gestor passado sempre residiu em Quijingue, quando qualquer cidadão precisava falar com ele sabia onde o encontrar, na gestão atual o prefeito não reside em Quijingue e raramente aparece no município e mais raro ainda é ele aparecer na prefeitura; RETROCESSO 3: a equipe de governo da gestão passada contava com sua base toda de funcionários efetivos, não causando grandes danos aos cofres públicos, já equipe de governo atual é composta basicamente por pessoas que não são funcionários efetivos o q tem impacto significativo nos cofres públicos; RETROCESSO 4: na gestão passada tinhamos o prefeito como administrador, na gestão atual quem administra são pessoas que nem s quer tem vinculo empregaticio com a prefeitura "Osvaldo" é quem manda e desmanda; Será que ainda precisamos apontar mais RETROCESSOS???? Quanto a questão da representação do sindicato não tem nome melhor do que alguém q fez parte da gestão passada ou q não tenha votado em Almirinho, pois essa pessoa com certeza não terá rabo preso com o prefeito pra engolir e obedecer tudo q ele quer como estamos vendo na câmara de vereadores q o prefeito anda fazendo o que quer por ter feito seus acordos políticos e conseguido maioria na câmara...Logo, fica em evidência que um presidente do SINSPUQ tem q ser oposição ao prefeito sim, logo Jotta Filho é o melhor nome para nos representar enquanto servidores públicos, não deixando de levar em consideração que o presidente não governará sozinho ele tem uma equipe pra ajudá-lo... NÃO QUEREMOS RETROCEDER, QUEREMOS AVANÇAR...

>>>>>>>>>>>>>>>>>> 

É covardia política colocar a culpa dos problemas gerados pela gestão Joaquim nas costas do governo estadual.

O fracasso da gestão Joaquim não tem nada a ver com o fato do grupo ser oposição ao governo estadual. Apesar de acreditar que o governo Vagner também é um fracasso, temos que admitir que investimentos estaduais e federais foram realizados em nosso município, a exemplo de oferta de energia elétrica, água encanada, máquinas, etc. Porém, nem tudo são flores, por isso, ainda há muito a ser feito. Esperamos que o façam.

Negar que a administração passada foi um retrocesso é um retrocesso maior ainda.

Por outro lado, admitir o fracasso da gestão Joaquim não significa, de modo algum, concordar ou defender a administração atual, pelo contrário, é mostrar que, se a velha forma de governar se mantiver, o RETROCESSO continuará.

Vamos aos retrocessos da atual gestão:

- Não é que porque houve um aumento de 20,22% em um ano, que o próximo deva ser igual ou maior. É justo que os servidores lutem por reposição e, até, aumentos salarias, mas temos que convir que os municípios brasileiros têm passado por dificuldades financeiras devido à redução de repasses constitucionais, a exemplo do FPM. A causa do aumento de 5% ou 6% é essa? Não sei. Cabe à administração apresentar a seus servidores o porquê de ter dado apenas esse aumento.

Os vereadores aprovaram por unanimidade o aumento de 6%. Se realmente houvesse abertura para aumentos maiores, eles fracassaram em não tentar conseguir tais aumentos.

- Onde residem nossos anterior e atual gestores? Nem parecem quijinguenses. Ops, eles realmente não são quijinguenses!!!
A única coisa quijinguense nisso é nossa falta de capacidade de apoiar pessoas competentes e honestas para nos governar.
A escolha de nossos candidatos sempre passa pelo pior dos critérios: dinheiro, dinheiro, dinheiro, dinheiro, dinheiro...
Será que não temos cidadãos com gabarito, idôneas e interessadas no bem do município? Sem dúvida alguma, temos.
No critério residência em Quijingue, há, no mínimo, um empate. Ao contrário do que diz, Joaquim tinha e tem apenas a casa no município, porém, não residência. O “doutor” passava mais tempo em Salvador, Aracaju, Maceió do que em Quijingue. O pior, com certeza não estava buscando recursos e, sim, “torrando” recursos.
Pelo visto, Almirinho trilha o mesmo caminho. É uma pena.

- Equipe de governo formada por servidores efetivos?
De onde era a cidadã que comandou a secretaria de saúde de Quiingue por longuíssimos anos? De Quijingue? É?! Não sabia.
De onde era o cidadão que comandava a secretaria de administração na gestão Joaquim? De Quijingue? É?! Não sabia.
De onde era o diretor do hospital municipal? De Quijinge? É?! Não sabia.
Agora, se querem mesmo saber, na minha opinião, pouco interessa de onde são os secretários. Desde que sejam competentes, compromissados e honestos, eles podem de qualquer lugar, de qualquer sexo, de qualquer cor ou pertencer a qualquer partido. De toda forma, acredito que Quijingue possua pessoas com as qualidades exigidas para os cargos, então, todos os secretários deveriam ser daqui. Ter uma enfermeira na secretaria de saúde, um pedagogo na secretaria de educação e, ainda por cima, qujinguenses, é um grande avanço, mas ainda é pouco. Precisamos de mais.

- Qual seria o melhor nome para representar os servidores municipais? 
Seria um J? Seria um Jota? Seria um Ji? Ou seria um Ji de Jotta?
Não cabe a mim dizer qual é o melhor nome, mas, sim, aos servidores fazerem essa escolha. 
O que disse, e reafirmo, é que com toda certeza qualquer nome deva passar longe dos que participaram diretamente pela administração passada. É notório e de conhecimento de todos que a gestão Joaquim passou por vários episódios de massacre dos servidores municipais. A existência de um sindicato atuante que, em tese, brigava por interesses dos servidores fez com houvesse avanços. O plano de cargos e salários e aumentos salariais condizentes com o orçamento municipal são exemplos desses avanços.

Sem dúvida alguma, a participação de diretores do sindicato na administração municipal tende a fragilizar o poder dos servidores. Mas isso não significa que o representante seja da oposição. Corrigindo, os representantes dos servidores têm que ser da oposição. Mas não da oposição ao governo, mas, sim, oposição ao furto de direitos, à má administração dos recursos públicos, à perseguição política.
Como disse anteriormente, nomes existem. Basta que sejam observados, lançados e apoiados.

Boa escolha.

Caro Anônimo, gostaria de dizer que não tenho nada contra você, afinal, não faço a mínima ideia de quem seja. Apenas, em educação ao direito de manifestar o seu contraponto, gostaria de reafirmar o meu posicionamento. É isso o que proponho: Diálogo.

M.T

>>>>>>>>>>>>>>>>>> 

Rapaz, sou afiliada ao sinspuq, só conheço o Jotta, acho que ele é candidato unico. VCs coonhece o outro candidato?

Ass. Flávio.




10 comentários:

  1. alguns professores tem que se lascar na gestão passada fizeram greve agora aceitam 6% caladinhos tem que se lasca mesmo é arrocho e tome 13 eu quero é mais muito mais!!

    ResponderExcluir
  2. É por que tava ruim de mais ninguém aguentava mais. Ser oposição é saber ganhar e perder, o que ousso é comentários de simples pessoas que pensavam que nunca iriam perder nada. Veja só esse campanha que estão fazendo pra jota ser algumas coisa, cuidado! tudo que ele está afrente não da certo. Aos professores esquecidos lembram quando foi pra fundar APLB quijingue, todos estes que hoje querem ser sindicalista eram contra sindicato.
    Atenção defender uma classe não é passar o dia inteiro tomando goró e cosando o saco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ser oposição é saber reconhecer qdo a situação está fazendo algo de bom em prol da coletividade, porém não é o que está acontecendo, o que estamos vendo são muitos desmando e um bando de alienados defendendo o indefensável.... No que tange a questão a questão de perder, perdemos a eleição isso é fato, mas quem perdeu muito mais foi o município por terem eleito um prefeito incompetente como Almirinho. Quanto a eleição do SINSPUQ, não há como não dar certo o sindicato já existe, é só trabalhar e para isso nosso presidente contará com uma diretoria pra ajudá-lo...

      Excluir
  3. A gestão passada deu 20,22% por que foi obrigado. o percentual era de 22,22% e ainda foi engolido2%. Este ano o percentual nacional é de7,97%. Os 20,22% que tivemos o ano passado, não foi mérito do prefeito anterior. Foi forçado a dar esse percentual. Portanto caros professores e professoras, não tivemos perca nenhuma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gestão passada deu 20,22% por q o gestor quis dar e por ser merecido, a proposta do sindicato é q foi 22,22%. Se o gestor passado quisesse não teria dado e não aconteceria nada, bastava q os salários estivessem de acordo com o teto nacional dos salários dos professores, e com o percentual q foi dado acabou ultrapassando o teto nacional, ou seja, os professores de Quijingue ano passado ganhavam mais do que o q determinava o valor nacional... Deu pra entender??? ou ainda assim vai ficar defendendo esse percentualzinho irrisório q foi concedido agora pelo prefeitinho Almirinho...

      Excluir
  4. Engraçado esse comentário acima, me informei para poder fazer a minha escolha e Jota é sindicalizado desde quando foi fundado o SINSPUQ, portanto não é de agora não e tenho certeza que irá para frente pois ele é competente, destemido e inteligente, já esse outro o tal do Flavinho está na direção da rádio de quijingue ha tempos e nunca conseguiu nem homologar a rádio que continua irregular

    ResponderExcluir
  5. Que pena...só palavras feitas...'tolos corrompíveis'...Pessoas miniaturas.

    ResponderExcluir
  6. e agora o atual prefeito deu 6% forçado tambem,ou acham q ele deu porque quis?ele queria da 0 ou 02%,e isso é uma vergonha!e a respeito jotta filho esse 06 por cento só aconteceu por causa dele,ele é muito competente,e eu confiu nele abraço!

    ResponderExcluir
  7. Pessoal votem no Flavinho ele esta engajado nos trabalhos sindicais desde sua fundação. Ele é um dos fundadores dessa entidade. Assinado Luizinho Carmo

    ResponderExcluir

REGRAS PARA COMENTÁRIOS: (Leia, é importante)

Obs.: A opinião emitida nos comentários é de quem comenta, e não tem necessariamente a ver com o autor da postagem ou do editor do blog. A responsabilidade pelo comentário é de quem comenta.

Os comentários são muito bem vindos e importantes para o Folha da Vila, pois enriquecem o conteúdo das postagens. Há, no entanto, pequenas regras que devem ser seguidas para que seu comentário não seja bloqueado ou apagado. Reservo-me o direito de apagar qualquer comentário que desrespeite as regras abaixo:

1- O comentário deve estar relacionado ao assunto tratado na postagem.
2- Este não é um espaço para você divulgar seu Blog, Twitter, Facebook ou qualquer outro link pessoal.
3- Comentários com links que direcionarão para outras páginas serão removidos.
4- Nunca deixe comentários ofensivos, discriminações racistas, vulgaridades, palavrões ou qualquer tipo de desrespeito a outros visitantes ou à equipe do blog.
5- Não deixe Email nos comentários, dúvidas sobre as postagens serão respondidas no próprio blog.
6- Elogios, críticas, informações complementares e sua opinião sobre o tema são bem vindas.
7- Outras dúvidas, perguntas, sugestões e outros use o formulário de Contato.

Agradecemos pela compreensão.

Pesquise no Folha da Vila


Receba atualizações por e-mail

Curta nossa página no Facebook

 
Support : Your Link | Your Link | Your Link
Copyright © 2013. Folha da Vila - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger